Deduções no temporal
Cmte Augusto Chagas

Na Páscoa de 1953, Danilo Assumpção, eu e o meu irmão Luiz fomos até Palmares no nosso barco Tibicuera, feito em casa pelo Luiz. Era um sharpie cruiser que se levantava a borda e fazia uma cabine. Comprimento 6 metros.

Quando estávamos na Boa Vista começou a se formar um bom temporal que até aparece na foto. Olhando para terra vimos pelo binóculo que naquela direção estava um barco que para nós era bem grande. O raciocínio foi: aquele barco chegou lá navegando. O negócio é a gente arrastar o Tibicuera por cima do junco e chegar lá porque para sair vai ser fácil. Arrastamos o barco e quando chegamos perto nos deparamos com esse monumento ao temporal.
Certamente o Irahi (de Porto Alegre) fora arrastado até lá por outro temporal.


O Tibicuera em meio ao juncal



Cmte Chaguinhas, no alto